segunda-feira, 14 de março de 2011

Imagine Me and You


Acho muito mais clichê dizer que falar de amor é clichê, do que falar dele em si. Deste modo resolvi falar do amor dentro de um dos meus filmes preferidos. Pra quem ainda não assistiu o Imagine Eu e Você, eu recomendo. Mas digo que é necessário ver o filme sem preconceito e entender que a simplicidade é a sua beleza.

Imagine você recém casada e aparentemente feliz, achando que está vivendo seu conto de fadas, e vem a vida e te prepara uma surpresa, um encontro inesperado que vira seu mundo de cabeça pra baixo. Você descobre de repente que a pessoa com quem você quer passar o resto da sua vida, não é aquela que está com você. Brincadeira do destino?

A bela Rachel (Piper Perabo) conhece em seu casamento a florista Luce (Lena Headey), que a ajuda em um pequeno acidente com sua aliança. Rachel sente uma certa ligação entre elas, e a princípio não sabe exatamente o que é. Numa tentativa de aproximação, Rachel tenta juntar Luce e Coop (Darren Boyd), um amigo de seu marido Heck (Matthew Goode), em um jantar em sua casa. Mas a tentativa de criar um novo casal é falha, já que Luce é lésbica e também se encontra encantada por Rachel. Rachel ao saber da sexualidade de Luce começa a entender o que sente e tenta ir contra esse novo sentimento. Mas como lutar contra a força que não pode ser detida?
.
A partir daí rola uma pitada de encontros e desencontros. Os sentimentos vão ficando mais intensos e claros. O próprio Heck começa a perceber que as coisas no “paraíso” não andam bem, e que Rachel encontra-se estranha e distante. Mas ele por amor e por medo, não tem a coragem de perguntá-la o que há de errado, com receio de haver algo realmente.

Os sentimentos, as identificações, os conflitos, os desejos e as inseguranças vão tomando conta dessa simples e deliciosa história, que se passa em meio ao outono londrino, ainda com algumas folhas verdes em árvores e muitas secas pelo chão. Você sente aquele clima, o friozinho, aquele ventinho que diz: algo novo vem por aí, algo arrebatador.

Não tem como não se apaixonar por esse filme, que além de bonito e inspirador, apresenta uma fotografia lindíssima, atuações leves e consistentes, uma trilha sonora adorável e para quem ama sotaque britânico como eu, vai poder se deliciar a vontade.
.
.
Pra finalizar e impedir que eu conte mais do filme, deixo apenas uma pergunta. Vocês acreditam em amor a primeira vista? Acha possível você conhecer alguém ou cruzar uma sala, dar um olhar e ver a alma daquela pessoa? Acham que pode acontecer?

Bom, eu não sei se acredito nisso, mas acho que para essa pergunta uma frase do filme é válida: “Nunca se sabe, mas é preciso arriscar. A certeza é para pessoas que não amam o bastante.”

28 comentários:

  1. Acredito quase que o único amor que existe é este, a primeira visat, simplismente, pq amar não se aprende, apenas se sente!!! Gostei do post, e como vc sabe adoro esse filme também!! ^^

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Só acredito no amor, sempre!!
    Ah, e gosto de ler o q vc escreve ¬¬
    Identificação =]

    Beijo.!

    ResponderExcluir
  4. acredito nesse frase do filme, mas em amor a primeira vista não.
    no inicio existe indicios, existe quimica, mas amor é algo mais profundo, exige um conhecimento, um saber.

    a cena do engarrafamento uma das melhores do filme...

    ResponderExcluir
  5. Nossa, esse filme parece lindo!
    Mandou muito bem na resenha porque me deixou com vontade de ver...
    Eu não acredito em amor a primeira vista, atração sim, amor não porque na minha vida foi assim que aconteceu, mas até ai né?
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Ah eu gostei bastante desse filme também! =D

    ResponderExcluir
  7. A última frase arrebentou!
    Adorei!
    beijos meus

    ResponderExcluir
  8. Carol,

    E eu quero (E VOU ) ver esse filme, pois já ameiiii.

    Obrigada pela dica.

    Um beijooooo!

    ResponderExcluir
  9. Amo esse filme :)

    não me canso de re-ver.
    Beijo moça-mais-que-linda-e-doce.

    Te cuida :)

    ResponderExcluir
  10. Carol!
    Esse filme é muito lindo!!!
    E sabe, não sei se acredito muito em amor de jeito nenhum no momento, mas acredito sim que existem pessoas que a partir do momento que cruzam a nossa vida, mudam os rumos, e parece q um novo caminho começa... não que todas as pessoas não nos influenciem, mas sempre tem aquelas que a gente se pergunta que beincadeira é essa? Adorei o post!!!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Olá Carol!
    Esse filme é realmente lindo.

    Sabe a parte em que a Rachel sobe no carro e fica gritando a Luce? Acho a mais linda *-*

    Enfim, gostei muito do seu blog, tá? E obrigada por tamanha satisfação com o meu. Espero que volte sempre :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Um dia eu vi o começo desse filme, mas não vi o resto. Outro dia, vi o final... Adorei, mesmo faltando o meio. rs

    ResponderExcluir
  13. Olá querida, estou passando pra divulgar o sorteio que está rolando no meu blog. O ganhador poderá escolher o livro que quiser, a seu critério!
    Passa lá e confere! Vale a pena participar!
    Participe e divulgue, quanto mais divulgar mais chances extras terá de ganhar!

    http://nas-entrelinhaas.blogspot.com/2011/03/promocao.html

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Ah me deu muita vontade de ver o filme!
    Eu acredito em amor a primeira vista, porque quando eu olhei pela primeira vez para o meu namorado senti uma coisa muito estranha, e ao mesmo tempo muito boa. Como dizem? Borboletas no estomago e sininhos tocando? Bem isso. haha
    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. que delicinha de resenha. Tenho vontade de ver esse filme, mas nunca dá tempo, em breve o assisto *-*

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde.

    Estou lhe seguindo e voltarei depois, para ler com mais calma.

    Um abraço.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir
  17. Gracinha de filme! Morro de vontade de assistir, mais pela famosa parte do "Don't forget me" do post. Assim que tiver um tempo, correrei pra locadora. ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Não duvido, mas no que acredito mesmo é no AMOR.
    Mesmo que as pessoas hoje em dia estejam desvalorizando tanto essa palavra, esse sentimento tão bonito.

    Amei seu blog linda !
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Vou alugar...estou numa fase apaixonado...apesar de estar exílado.

    Acredito em Amor a Primeira vista...mas nunca senti ele.

    Bjos

    ResponderExcluir
  20. Nunca assisti, flor! Mas vou alugar assim que passar pela locadora de novo - sim, eu ainda vou à locadoras e amo! - principalmente porque ADORO a Piper Perabo e o Matthew Goode. Sobre amor a primeira vista... hum, sei lá. Ando meio cética com essas coisas, sabe? Pra mim se acontece um sentimento bom no primeiro olhar ele pode ser expectativa, paixão, desejo... não necessariamente amor. Mas sempre tem aquela parte de nós que acredita e espera um amor assim. Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Mais um filme pra lista de quero ver lá no filmow. rs

    Um Beijo, Carol!!!

    ResponderExcluir
  22. Em amor a primeira vista vou te confessar que não acredito, mas em paixão, quem sabe?
    Nunca tinha ouvido falar do filme, achei a proposta bem bacana.
    Beijo

    ResponderExcluir
  23. O amor não stá na primeira ou última vista e sim na visão do acreditar nele.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  24. Só o amor me move, me leva, me vive, me revive.

    Deu uma baita saudades do seu blog.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  25. É um filme Romântico, leve e sutil.
    Existe amor à primeira vista? Ainda não sei, mas segundo a bela Rachel (Piper Perabo) e Lucy (Lena Headey) isso acontece sim.
    Destaco também no filme a bela, inquietante e cheia de perguntas Henrietta, irmã mais nova de Rachel.
    Lindo filme. Adorei. Para aqueles que ainda permanecem na ignorância de não compreender o amor entre o mesmo sexo, vale a pena ver e se emocionar com Rachel e Lucy.

    ResponderExcluir
  26. Sim, eu acredito!
    Há 3 anos e meio isso aconteceu comigo, e por alguma razão desconhecida por mim, as coisas acontecem, almas se encontram e se apaixonam no primeiro instante...

    ResponderExcluir