sábado, 11 de setembro de 2010

Animais Abandonados


Na última quinta-feira, assisti o documentário 100.000, que aborda a problemática do abandono de cães em Porto Rico. O título refere-se aos mais de 100 mil cães de rua do país. O documentário investiga a causa desse problema por meio de entrevistas com especialistas nas áreas de resgate de animais, saúde e bem-estar, e por meio do impacto econômico e turístico gerado.

Essa problemática de Porto Rico, é bem semelhante a nossa. Estima-se que existam mais de 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães no Brasil. E a solução encontrada pelo governo para a retirada desses animais das ruas, é a captura por meio das famosas carrocinhas. Esses animais recolhidos são encaminhados aos canis das cidades onde são mortos, muitas vezes de maneira brutal (injeção letal e câmaras de gás, havendo registros de choque elétrico em locais mais precários). O que não resolve o problema da superpopulação, e sim tenta maquiar o problema. Pois o número de natalidade supera o de mortalidade. Porém, o mais importante ao se falar nisso, é que esse tipo de atitude fere os direitos dos animais.

O problema do abandono de animais é real e preocupante, além de ser um ato criminoso e cruel também traz diversas conseqüências para a população, tais como: a proliferação desenfreada de animais de rua, comprovada elevação de acidentes de trânsito, o aumento de gastos públicos na tentativa de controle populacional e a proliferação de zoonoses.

Está mais do que na hora do governo e da sociedade parar de se desfazer dos problemas e assumir uma nova postura. Por que não desenvolver novas políticas públicas realmente eficientes? Sem dúvida o caminho para resolver essa problemática, é a esterilização desses animais. Então, por que não se conveniar a clínicas veterinárias das cidades? Isso já foi feito em alguns lugares e deu muito certo, basta só um pouquinho de vontade. Por que não criar campanhas para estimular a população a esterilizar seus animais? Por que não dar um auxílio as ONGs que cuidam desses animais? São medidas simples, mas que fariam muita diferença.

A solução é unir adoção, esterilização, conscientização (educação ambiental), guarda responsável e atendimento as leis, só assim haverá uma diminuição do número de cães e gatos nas ruas. As eleições estão aí, penso que esse é mais um ponto a analisar na hora de escolher um candidato e o primeiro passo para essas mudanças.
.
Abandono e maus-tratos a animais é crime legitimada pela Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais). E as denúncias podem ser feitas em uma delegacia de polícia ou junto ao Ministério Público. Os animais silvestres, além de serem normalmente protegidos por essa mesma lei , ainda podem ser denunciados à Polícia Florestal e ao IBAMA, através da Linha Verde: 0800-618080.

10 comentários:

  1. Carol, olá. *-*
    Visualizo como uma inércia estatal, uma racionalidade desmedida, um absurdo genuíno, descaso público, negligência fria, particularidade mundana... Obrigada pelas informações tão pertinentes, e vejo como uma iniciativa do Judiciário relevante. Conscientização. Beijinhos sonoros pelo ato nobre.

    ResponderExcluir
  2. Oii Flor,

    Passando pra desejar um lindo final de semana. Que seja doce, cheio de sorrisos...

    p.s.: Quem sabe a gente cria um projeto de lei para "Mulheres Abandonadas!"

    Ideia interessante, não acha??!

    hehehe
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Mas de fato é um problema sério este!
    Aqui na minha cidade o calçadão é lotado de cachorros abandonados, aliás, pelas ruas em geral, me dá uma peninha. Dá vontade de pegar todos e trazer pra casa, mas infelizmente não dá.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Carol!
    Concordo com vc em gênero, número e grau! Aqui em Campinas também passamos por isso! As instituições que brigam por essa causa já iniciaram um movimento muito interessante voltada para a adoção consciente de animais castrados, vacinados e com direito a termo de responsabilidade assinado. Mas ainda há muito por caminhar! Caso queira conhecer segue o link de uma dessas instituições daqui!
    http://www.upanimais.org.br
    Beijo grande! E achei muito nobre esse seu post!

    ResponderExcluir
  5. Carol de fato acho que esta mais do que na hora do governo e a sociedade fazerem a sua parte,o erro realmente vem de ambas as partes isso é um descaso total pois os animais merecem atenção e carinho eu me sensibilizo muito com esse tipo de situação me entristece muito ao ver animais abandonados por ai fico literalmente indignada e com uma grande revolta pois se há solução pq não dar a solução e deixar que o problema se agrave é um absurdo,gostei muito e achei muito bonita a sua iniciativa de postar sobre esse assunto no seu blog,isso mostra que de fato você é uma pessoa com grandes valores e muito humana.

    ResponderExcluir
  6. Carol, esse assunto é uma tristeza! Queria poder levar todos esses cãezinhos pra casa e tratar deles, mas isso é impossível, infelizmente. Acho que as autoridades deviam fazer algo a respeito urgentemente. Mas sabe que na minha cidade não vejo muitos animais perdidos? Isso deve variar um pouco.
    A identificação não acaba, né? Me adiciona no msn pra fofocarmos : taryzottino@hotmail.com
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Queria dar uma mordidinha em você =D

    ResponderExcluir
  8. Por que será que as pessoas dão tão pouca importância para a vida de um animal que possui sentimentos até mais nobres que os nossos? Contamos nos dedos os poucos que lutam em pról dessa causa. Parabéns, Florzinha, pela inciativa!!

    ResponderExcluir